Publicado em Deixe um comentário

Natália… amor platônico

Eu sou tarado nessa ninfeta!
Já perdi as contas de quantas punhetas já bati em sua homenagem. Clica aí e descubra o porquê e se eu não tenho razão


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.